Vacinação contra o sarampo começa nesta segunda-feira

No Maranhão, a meta é vacinar contra o sarampo 783.657 crianças na faixa etária de 1 a 6 anos.

SÃO LUÍS – A campanha de vacinação contra o sarampo e a pólio começará amanhã (8), em alguns municípios maranhenses e prossegue até o dia 16 de setembro em todo o Estado. O dia “D” da vacinação será no sábado,13, com a segunda etapa da campanha contra a poliomielite (paralisia infantil). No Maranhão, a meta é vacinar contra o sarampo 783.657 crianças na faixa etária de 1 a 6 anos completos; e contra a paralisia infantil deverão ser vacinadas 640.579 crianças menores de 5 anos.  “Todas as crianças da faixa etária prevista deverão ser vacinadas, mesmo que tenham sido imunizadas anteriormente”, explicou o secretário de Estado de Saúde, Ricardo Murad. O Maranhão recebeu do Ministério da Saúde 940.380 doses de vacina Tríplice Viral, que protege contra o sarampo, rubéola e caxumba. Para a segunda etapa da campanha de pólio, foram recebidas 933.800 doses. As vacinas estão sendo distribuídas para as Unidades Regionais de Saúde e até amanhã todos os municípios deverão ter recebido suas doses. Serão disponibilizados 1.794 postos de vacinação e 8.406 pessoas estarão envolvidas nesta campanha. A vacinação é o meio mais eficaz para prevenir tanto o sarampo quanto a poliomielite. A coordenadora de Imunização da SES, Helena Almeida, lembra aos pais e responsáveis que é importante levar a carteirinha de vacina da criança para registrar a aplicação. Todas as crianças na faixa etária prevista deverão ser vacinadas, mesmo que tenham sido imunizadas anteriormente. A vacinação contra o sarampo é chamada de “campanha de seguimento” e costuma ocorrer em intervalos de três a cinco anos para reforçar a proteção das crianças e manter o Brasil sem transmissão disseminada do vírus. A última campanha deste tipo ocorreu em 2004. Registro de casos – O último registro de poliomielite no Brasil aconteceu em 1989, na Paraíba. Em 1994, o país recebeu da Organização Mundial da Saúde (OMS) o certificado de eliminação da doença. Entretanto, 26 países ainda apresentam circulação do vírus – quatro deles em situação endêmica (Afeganistão, Índia, Nigéria e Paquistão). No caso do sarampo, nos primeiros cinco meses deste ano, já foram registrados 10 casos da doença: três no Rio de Janeiro, três no Rio Grande do Sul, um em São Paulo, um na Bahia, um em Mato Grosso do Sul e um no Distrito Federal. De acordo com o ministério, os casos foram de pessoas não vacinadas que tiveram contato com viajantes portadores da doença. Desde 2000, o vírus não circula livremente no Brasil. A imunização contra a poliomielite e o sarampo é oferecida gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e está disponível durante todo o ano nos postos de saúde. O ministério orienta que mesmo as crianças que já receberam a vacina pelo calendário básico retornem aos postos para receber uma nova dose, como forma de reforço contra as doenças.

 Números

 783.657 Crianças de 1 a 6 anos devem ser vacinadas contra sarampo

 640.579 Crianças de até 5 anos devem ser vacinadas contra a pólio

 940.380 Doses de vacina Tríplice Viral foram recebidas pela SES

933.800 Doses de vacina contra a pólio foram recebidas pela SES

Fonte: O Estado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade
Arquivos do blog