Acredite se quiser, a CAEMA vende suco ao gosto do freguês

A Companhia de Águas e Esgotos do Maranhão – CAEMA, Unidade de Negócios de Presidente Dutra, ultimamente, em vez de vender água, vem vendendo suco, e ao gosto do freguês. Pode ser de Tamarindo ou Burití. Pelo menos, estas são as cores da água fornecida pela Companhia em muitas residências do centro da cidade como mostram as fotos abaixo enviadas por dois internautas.

Se fosse somente a cor da água daria até para suportar, o problema maior é o mal cheiro. Pela manhã ninguém consegue usar a água para escovar os dentes, dada a forte catinga de cocô entrando pela pia. “Se a gente quiser um pouco de água menos suja para limpar o chão de casa tem que deixar a torneira aberta por uns vinte minutos e na hora de pagar a conta eles não dão desconto algum”, afirma uma dona de casa.

5 Responses

  1. Bom dia Adonias, nossa querida cidade está abandonada, esse problema é estadual (caema) mais falta interesse por parte dessa prefeita se torna revoltante, pois, caberia a ela, como representante da cidade buscar junto ao governo estadual recursos p/ acabar com isso. Me responde uma coisas: Até quando vamos aceitar isso?

    Resposta: Bom dia. Concordo com você. Respondendo a sua pergunta: Só Deus sabe.

  2. A presença de ferro em dois poços de Presidente Dutra é fato, pois, a geologia da região é favorável. Esta gerência realiza descargas de rede, cloração e novos produtos químicos foram adquiridos para combater o ferro e serão testados nos próximos meses, com varetamento de rede, na tentativa de solucionar o problema até que os dois novos poços licitados que substituirão os atuais com ferro entrem em operação.
    Esta gerência está empenhada em resolver a problemática do ferro. O cliente é o nosso foco, logo, qualquer questionamento sobre a qualidade da água e valores das contas devem ser reclamadas pelo cliente na loja de atendimento de Presidente Dutra. Certamente, nosso pessoal darão atenção especial para estes casos.Basta comparecer e se manifestar com sua conta de água para tomarmos as devidas providências.

  3. Lembra-se ainda que o odor característico se deve a bactérias de ferro e não pode ser comparado com “cocô”.
    Lembra-se também que uma descarga prévia na torneira ajuda consideravelmente.

  4. A falta de energia também compromete, pois, quando o poço desliga o ferro contido na água acera a oxidação, gerando odores e cor característicos. Logo, o ideal seria fluxo continuo evitando a oxidação do ferro, porém, o fornecimento de energia também falha.

  5. Boa noite Adonias, conheci a pouco tempo seu blog, gostei muito, parece ser um espaço bem transparente. Nas minhas férias sempre viajo para Presidente Dutra e uma marca forte da cidade é essa água que é distribuida: altamente suja e com mau odor; sem falar dos problemas na distribuição ( em boa parte da cidade, água só durante a noite). Espero que o senhor Erione Campelo se empenhe mesmo na procura de uma solução pra esse problema, para que adversidades como água amarela, manchas em louças, pias e roupas, mau cheiro e mau o gosto da água possam ser resolvidos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade
Arquivos do blog