Governo vai implantar piso nacional para professores

Afirmação é do secretário de Educação, João Bernardo Bringel, em reunião com o Sinproessema

Imirante.com

SÃO LUÍS – O governo do Estado vai implantar a partir do mês de outubro o piso salarial nacional dos professores para os profissionais da categoria que recebem remuneração abaixo do teto estabelecido pelo Ministério da Educação, que é de R$ 1.187 reais. O anúncio foi feito pelo Secretário de Educação, João Bernardo Bringel, em reunião nesta quinta-feira (15) da mesa permanente de negociação entre governo e diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do Maranhão (Sinproesemma). Com medida, o governo cumpre o acordo firmado com a categoria de colocar em prática o piso salarial da professores determinado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), no prazo de até 30 dias após o órgão emitir o Acórdão da sua decisão. Para os professores que já recebem remuneração acima do piso nacional, o governo do Estado fará reajuste nos vencimentos, de acordo com as referências estabelecidas na atual tabela salarial da categoria. Uma nova tabela com os reajustes será apresentada ao sindicato em reunião agendada para a próxima semana. O secretário de Educação, João Bernardo Bringel destacou que o cumprimento do piso nacional é um compromisso do governo com a categoria. O presidente do sindicato, Júlio Pinheiro, disse que retransmitirá ao professores a medida do governo, que é fruto das reuniões que vêm ocorrendo na mesa permanente de negociação entre Estado e diretoria do Sinproesemma.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade
Arquivos do blog