Transmissão elétrica do Maranhão deverá receber investimentos de R$ 307 mil

Valor está previsto no Programa de Expansão da Transmissão 2013-2017, da EPE, ao elencar linhas e subestações previstas para entrar em operação.

O sistema de transmissão de energia elétrica do Maranhão será contemplado nos próximos cinco anos com investimentos de R$ 307.229,15. É o que prevê o Programa de Expansão da Transmissão (PET) 2013-2017, elaborado pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), ao elencar as linhas e as subestações previstas para entrar em operação nesse período no estado. Os investimentos abrangem construção e reforço de subestações e linhas de transmissão em regiões importantes do estado, que, por conta do crescimento econômico e instalação de novos empreendimentos, demandam mais suprimento de energia elétrica. Do total de recursos a serem aplicados no Maranhão de 2013 a 2017, o de maior monta será para construção de uma linha de transmissão de 500 kV de Presidente Dutra-Teresina, no valor de R$ 134.681,40. A obra, necessária a partir de janeiro de 2014, terá prazo de execução de 22 meses e possibilitará a exportação de 6.000 MW do Nordeste, e também capacitará a região para receber energia da Usina Hidrelétrica de Belo Monte. Também está previsto investimento de R$ 18.011,17 em serviços de reforço da Subestação de 500 kV de Presidente Dutra, que englobam, entre outros equipamentos, a aquisição de quatro reatores de linha 50 Mvar, monofásico. O prazo de conclusão é de 24 meses. Outro investimento estratégico na transmissão da rede básica maranhense é a instalação do segundo banco de autotransformador 500/230 kV – 450MVA, na subestação Miranda II. A obra, orçada em R$ 27.056,30, necessária a partir de junho deste ano, com prazo de execução de 18 meses, reforçará o crescimento de carga na região de São Luís. A região de Chapadinha será uma das mais beneficiadas. Estão previstas linhas de transmissão de 230 kV de Coelho Neto Chapadinha II, no valor de R$ 29.066,62, e de Miranda – Chapadinha II, com investimentos de R$ 46.678,15. Os prazos de execução das obras são de 22 meses. Ainda de acordo com o Programa de Expansão da Transmissão, a subestação Coelho Neto, de 230 kV, receberá um novo reator de barra. Já a subestação de Balsas, também de 230 kV, receberá reforço para atender demanda por suprimento de energia elétrica da região sul do Maranhão. Mais O Programa de Expansão da Transmissão – PET 2013-2017 elenca obras previstas para entrar em operação no horizonte quinquenal em todo o país, incluindo empreendimentos anteriormente previstos e novos projetos. O estudo traz um número expressivo de novas linhas de transmissão e subestações, representando uma estimativa de investimento total de R$ 14,6 bilhões. O PET 2013-2017 inclui ainda os reforços no sistema de transmissão necessários para escoamento dos parques eólicos vencedores do Leilão de Energia A-5 de 2011, bem como os reforços necessários para escoar o potencial previsto no estado do Ceará. O Leilão A-5/2011, realizado em dezembro daquele ano, contratou 39 centrais eólicas, com capacidade somada de geração de 976 MW.

Informações: Carlos Alberto Jordão Júnior

4 Responses

  1. O MARANHÃO TODO PRECISA URGENTEMENTE DESSA SOLUÇÃO NA ELETRICIDADE, POIS É O ESTADO MAIS PRECÁRIO DO BRASIL. PRESIDENTE DUTRA ESTÁ DE PARABÉNS POR SER UMA DAS PRIMEIRAS CIDADES DO NORDESTE QUE SE BENEFICIARÁ NESTE MOMENTO. E PENSARMOS QUE O MINISTRO DAS MINAS E ENERGIA É FILHO DO MARANHÃO……..

  2. Caro Adonias, só pra informação esses valores são em milhões, pois não se faz linhas de transmissõa com esses valores.

    Resposta: A informação me foi repassada pela assessoria da Eletronorte.

  3. Boa tarde,

    Isto sim é informação muito boa para Presidente Dutra, geraçao de emprego e renda, melhora o comercio, municipio empregando seu povo, e renda para para Presidente Dutra melhorar a infraestrutura de nossa terra, parabens ao informante.

  4. Adonias pois assessoria da Eletronorte não lhe explicou bem, porque esses valores são realmente em milhões de reais, só para tirar a duvida na Eletronorte aqui em Presidente Dutra teve um implantação de um Transformador de 230/69 KV entre 2011 e 2012 o valor gasto nesse empreendimento foi de R$ 7.000.438,71, só para atender a Cemar na nossa região de Presidente Dutra.
    Portanto se fosse R$ 307.229,15 não daria nem para inicia uma entrada de LT de 69 KV da SE-Presidente Dutra.


    Resposta: Faz o seguinte. Me manda uma matéria sobre o assunto para publicação, pois a matéria me foi enviada e publicada na íntegra foi essa aí, assim acabam as dúvidas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Arquivos do blog